X

Saudações pessoal! Ontem o Game Designer Max McCall falou um pouco sobre as preocupações dos jogadores e a comunidade em relação à lacaios com “provocar e investida”. E ele respondeu algumas dúvidas sobre essas mecânicas.

Originalmente postado por Max McCall (Forum Oficial)

Neither taunt nor charge are inherently bad for Hearthstone.

Taunt is great. Taunt minions let players defend themselves and their other minions and add a lot of depth to direct minion combat.

Charge can be problematic, though. Minions’ ability to directly attack other minions means that a player who achieves control of the board early will tend to snowball their lead. When you control the board, you can arrange for minion trades that further cement your board control. Minions with charge are a useful tool for allowing players who have fallen behind on the board to catch up. Spells are a good way to catch people up as well, but cards like Stormwind Knight can kill a 3/2 and establish a board at the same time. Different ways to catch up when you’re behind gives the game more texture, and offers more strategic choices.

Charge becomes a problem for Hearthstone when you use it to kill your opponent out of nowhere in one turn. Playing Druid of the Claw as a 4/4 charge for 5 is good gameplay. Playing Bluegill Warrior, casting Power Overwhelming on it twice, then copying it with Faceless Manipulator to attack your opponent for 20 isn’t. In that example, charge is only a problem because of how efficient it makes converting minion buffs into direct damage. We could make more charge minions if we made minion buffs worse, but minion buffs have more design space than charge minions. Minion buffs are also fun and also enable you to catch up with weaker minions your opponent hasn’t gotten around to trading off yet.

Note that it’s specifically cheap charge minions that tend to cause problems, because they’re easier to combine with buffs and Faceless Manipulator. No one uses Reckless Rocketeer or King Krush for evil. We’re cautiously experimenting with more expensive charge minions that are harder to use in degenerate combos. The Hogriders in Mean Streets were the first example of this, and it’s reassuring to see that no one is using them to one-shot their opponents. We’ll do more charge stuff in the future as we figure out what’s safe.


 – Tradução livre e adaptada –

Nem provocar e nem investida são totalmente ruins para Hearthstone.

  • Provocar permite que os jogadores se defendam e defendam seus lacaios de combate.
  • Investida pode ser problemática com os combos One-turn-kill (mata em um turno). Geralmente com lacaios de custo baixo.
  • Veremos mais investida no futuro, quando encontrarem formas se guras de usar a mecânica.
  • Atualmente, há experimentação sendo feita com lacaios mais caros que são mais difíceis de se usar em combos.
  • Os Hogriders/Motoporcos de Geringontzan são o primeiro exemplo de maneiras diferentes de se usar a mecânica de maneira não generalizada.

O que você gostaria de ver fora da mecânica de investida? Você consegue pensar em cartas legais que poderiam  funcionar como o Motosuíno de Tanaris, Motoporco Espinhento e Líder dos Motoporcos?

 – Max McCall Disse:

Investida pode ser problemático devido a capacidade de lacaios atacarem outros lacaios, o que significa que um jogador que tem o controle de campo no início do jogo, tende a snowbolar a liderança. Quando você tem controle de campo, você é capaz de ditar as trocas para que o seu domínio de campo permaneça. Lacaios com investida são uma ferramenta útil para permitir que os jogadores que estão “atrás no jogo” consigam tentar recuperá-lo. Magias também são uma boa ferramenta para recuperar, mas cartas como “cavaleiro de ventobravo” pode matar um lacaio 3/2 e estabelecer um campo ao mesmo tempo. Há diferentes maneiras de quem está pra trás no jogo recuperá-lo, e ter várias formas de fazê-lo dá mais textura ao jogo e escolhas estratégicas.

Investida é um problema quando ela possibilita matar o seu adversário em apenas um turno. Jogar Druida da garra como uma carta 4/4 para 5 é uma boa jogada. Jogar Guerreiro Guelrazul, lançar Poder Esmagador sobre ele 2x e em seguida copiá-lo com Manipulador sem rosto para causar 20 de dano NÃO É.  Nesse exemplo, a investida é um problema por causa do quão eficiente a conversão de buffs de lacaios em danos diretos se torna. Nós poderíamos fazer lacaios com investida melhores se pudéssemos fazer buffs de lacaios piores, mas os buffs tem mais espaço de design do que os lacaios com investida. Os buffs de lacaios são igualmente divertidos e possibilitam que você se recupere no jogo com lacaios ruins que agora seu oponente não tem como contornar.

Mas entendam que o problema de investida está especialmente nos lacaios de custo baixo, eles que causam problemas, porque eles são mais fáceis de serem combinados com buffs e Manipulador sem rosto. Estamos experimentando com cautela novos lacaios com investida que são difíceis de se combinar  com buffs exagerados. Ninguém está usando as cartas novas de investida de “geringontzan” (os irmãos motoporcos) para destruir seus oponentes, e isso é reconfortante. Faremos mais investida assim no futuro, quando descobrirmos que é seguro.


Então é isso pessoal! O fórum de hearthstone em português não costuma ter grande movimentação sobre esses e outros problemas, mas no fórum oficial em inglês o que mais tem lá são discussões sobre o jogo, seu andamento  e nerfs. Vamos trazer pra vocês o que tem sido discutido por lá assim que pudermos!

Grande beijo e nos vemos na taverna!

Fonte: Hearthpwn

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someoneShare on Tumblr0Pin on Pinterest0