X

Nem sempre a Montanha Rocha Negra [Blackrock Mountain] foi o lugar caótico que é hoje. Antes, a montanha sequer existia. Conheça um pouco da história da nova aventura em HearthStone! Se bem que… depois que ela surgiu… é, venha conhecer um dos lugares mais caóticos de Azeroth!


A Montanha chega à Hearthstone

Forjada pelo ódio

Tudo começou há muito tempo atrás, 230 anos antes das invasões órquicas em Azeroth, com a Guerra dos Três Martelos. Antigamente, os anões vivam em paz, governados por um sábio rei em Altaforja, chamado Modimus Sidermar [Anvilmar]. Mesmo que fossem uma nação unificada, os anões formavam facções (clãs) que tinham atritos entre si. Quando Anvilmar faleceu – de idade – uma Guerra Civil começou para definir quem seria o próximo a sentar no trono. Entre os Clãs estavam os Barbabronze [Bronzebeard], que eram os mais fieis e leais ao Rei Anvilmar, e que tinham o exército mais forte. Os Barbabronze sobrepujaram os outros dois clãs que brigavam pela liderança e os expulsaram das terras enânicas.

O REI SOB A MONTANHA! - Alto Rei Modimus Anvilmar

O REI SOB A MONTANHA! – Alto Rei Modimus Anvilmar

Um desses clãs era o Martelo Feroz [Wildhammer], que se situaram ao Sudeste de Khaz Modan, em Grim Batol, estabelecendo um novo lar para suas glórias e ideias. O outro era o Clã Ferro Negro [Dark Iron].

Os Dark Iron foram mais para o sul, para as Montanhas Cristarrubra [Redridge], e ali eles começaram a se estabelecer. Mas nada de bom que viesse daquela terra tirava a amargura e a vergonha de terem perdido o trono de Altaforja.

O líder do clã Dark Iron, o Imperador Thaurissan, conjurou espíritos antigos da Terra, proferindo palavras carregadas com seu ódio e de vingança. Quem atendeu seu chamado, para seu desespero e eventualmente seu fim, foi nada menos que um Lorde Elemental banido pelos Titãs antes dos tempos em seu plano elemental, longe dos mortais e das criações dos titãs: Ragnaros, o Senhor do Fogo, finalmente se encontrava livre para fazer o que bem entendesse.

Quando ele emergiu dos planos elementais, seu impacto em Azeroth foi tão grande que explodiu os arredores do ritual, formando um grande vulcão onde hoje é a Montanha Rochanegra. Na explosão, muitos Ferro Negro morreram, mas os que sobreviveram, foram transformados em escravos dos elementais, e carvaram sua cidade no interior da montanha.

Durante os eventos da Primeira Guerra, Orcs do Clã Rochanegra se infiltraram e tomaram a parte mais próxima da superfície da montanha, e se aliaram ao dragões negros, na época liderados por Nefarian, um dos filhos de Asa da Morte.

A Montanha foi o palco para a batalha mais importante da Segunda Guerra. A batalha que Turalyon levantou a espada quebrada de Lothar e levou a Aliança a vitória sobre os invasores órquicos que se entitulavam de Horda – não é a Nova Horda, de Thrall, nesta época o Chefe Guerreiro era Orgrimm martelo da Perdição [Doomhammer] e Thrall era apenas um bebê. Orgrimm assumiu o poder depois de aplicar um golpe de estado em Mão Negra, que era manipulado por Gul’dan e seu Conselho das Sombras [Shadowcouncil].

Com a queda da Horda, os filhos de Mão Negra [Blackhand], o primeiro Chefe Guerreiro, conseguiram fugir e buscaram refúgio na montanha, formando a Horda Negra [Dark Horde], que aceitaria qualquer orc que quisesse participar de seus ranks.

A Montanha Rochanegra, no quadrinho Ashbringer

A Montanha Rocha Negra, no quadrinho Ashbringer

A montanha também era um local de disputa entre Ragnaros e Nefarian. Ragnaros controlava seus Anões Ferro Negro e seus maquinários, e seus próprios lacaios e servos, seus elementais e seus tenentes Baron Geddon, Garr – e um cara chamado Senescal Executus que não era muito inteligente. Nefarian controlava a revoada cromática – uma de suas invenções para ajudar seu pai a dominar Azeroth, seus próprios tenentes e os orcs que ali habitavam. A iddeia não era apenas controlar a montanha em si, mas criar um exército tão poderoso que os tornassem senhores de Azeroth. Felizmente eles passavam mais tempo se matando e gastando seus recursos entre si do que nas demais raças mortais de Azeroth.

Quando o Cataclysm veio, abalando todo o planeta, a Montanha ganhou novas alas de exploração e novas tramas. Ragnaros – que mesmo em seu plano elemental Terras do Fogo possui influência e enviados no plano de Azeroth – e Asa da Morte deixaram suas diferenças temporariamente de lado e resolveram se unir para criar o exército que tomaria Azeroth. Novamente, Nefarian ficou encarregado da montanha pelo pai. Trazido de volta à vida por Asa da Morte, Lorde Victor Nefarius, ou Nefarian, voltava a conduzir seus experimentos, agora com a ajuda dos elementais e do Martelo do Crepúsculo – servos dos Deuses Antigos. Os Deuses Antigos possuem influência em Azeroth, mesmo lacrados pelos titãs. Uma dessas influências foi a própria loucura que causou o nobre Neltharion a se tornar Asa da Morte.

De algum modo, Asa da Morte conseguiu recuperar as cabeças de seus filhos favoritos e revivê-los para seus propósitos.

Muitos lugares para se perder

Hoje, a Montanha rochanegra conta com sua própria região separada no mapa, 3 masmorras e 3 raides. Cada pedaço dela tem uma história, uma piada ou uma tragédia para contar. Uma dessas masmorras, conhecida como Pico Rocha Negra [Blackrock Spire] foi o lugar do nascimento de um mito, um meme da internet, Leeroy Jenkins. O lugar é tão importante que conta com um mapa próprio, estando entre Garganta Abrasadora [Searing Gorge] e Estepes Ardentes [Burning Steppes]. Era ainda mais complicado de se achar lá quando montarias voadoras não eram permitidas em Azeroth.

WorldMap-BlackrockMountain14

Entre as masmorras e raides, podemos encontrar:

  • Pico da Rocha Negra [Blackrock Spire]: É a masmorra na parte superior da montanha, onde estão os Orcs da Horda Negra e seus aliados, entre eles os dragões. Foi aqui que aconteceu o lendário vídeo do Leeroy Jenkins. Também dá acesso a raide Covil Asa Negra [Blackwing Lair]. Na aventura de Hearthstone essa masmorra corresponde à Terceira Ala – Pico da Rocha Negra. 


“Let’s do this!”

  • Covil Asa Negra [Blackwing Lair]: É uma raide de 40 pessoas do World of WarCraft clássico (Vanilla), foi ali que Nefarian, o filho de Asa da Morte, começou a fazer experiências com dragões de diversas srevoadas até fazer dragões cromáticos. Na aventura de Hearthstone essa raide corresponde à Quarta Ala: Covil Asa Negra.
  • Abismo Rocha Negra [Blackrock Depths]:  O Abismo é uma das partes mais profundas da montanha, onde residem os escravos de Ragnaros, os anões liderados pelo (agora finado) imperador Dagran Thaurissan. Também é a entrada para Núcleo Derretido [Molten Core]. Na aventura de Hearthstone essa masmorra corresponde à Primeira Ala: Abismo Rocha Negra.
  • Núcleo Derretido [Molten Core]: Se o Abismo era lá embaixo, o Núcleo Derretido consegue ser ainda mais perto do centro do planeta, é o local de 1a aparição de Ragnaros para os jogadores. É uma raide de 40 pessoas, e foi reformada especialmente para o evento de aniversário de 10 anos de World of WarCraft. Na Aventura de Hearthstone essa raide corresponde à Segunda Ala: Núcleo Derretido.
  • Caverna Rocha Negra [Blackrock Caverns]: A masmorra surgiu com o Cataclismo, e é um complexo de túnels criado pelo próprio Asa da Morte em sua aliança com o lorde elemental Ragnaros. O Martelo do Crepúsculo, organização que serve aos deuses antigos, usa esses túneis para transportar recursos de Hyjal para a montanha. Ali também acontecem alguns rituais, que transformam os cultistas em seres dracônicos do crepúsculo. Lugar muito bacana para passar as férias, bastante quente, rodeado de lava enfervecente. Não existe uma ala referente a essa masmorra na aventura de Hearthstone.
  • Descenso do Asa Negra [Blackwing Descent]: Também introduzida no Cataclysm, essa raid mostra para o mundo que Nefarian não se deu por vencido quando derrotado e morto no seu Covil Asa Negra. Há histórias de que o dragão negro havia sido reanimado pelo seu pai, Asa da Morte, para trabalhar novamente no desenvolvimento da revoada perfeita. Mais aberrações aos olhos de Eonar e de toda a vida em Azeroth seriam criadas ali. E como se não bastasse um dragão qque voltou dos mortos, Nefarian trouze sua irmã Onyxia como morta-viva para auxiliá-lo na defesa do local. Na aventura de Hearthsone essa raide corresponde à quinta e última ala: O laboratório Oculto.

onyxia_head

Cabeça de Onyxia em Ventobravo: Como? Quando? A cabeça foi recuperada por Nefarian… de alguma forma!

Gostou? Então temos mais artigos para complementar seu entendimento sobre o assunto!

  • Mitos: Viaje pelos primórdios da história de WarCraft e conheça um pouco do universo imenso que ela abriga.
  • Lordes Elementais: Confira um pouco sobre os servos dos deuses antigos e suas funções e habilidades.
  • Terranos [Earthen] : Conheça as origens dos anões, criados pelos titãs e amaldiçoados pelos Deuses antigos.
  • Turalyon: Leia um pouco sobre o Paladino que carregou o fardo de Anduin Lothar e foi um dos principais responsáveis pela vitória da Aliança na segunda guerra.
  • Eitrigg: Um orc do clã Rocha Negra que quebrou preonceitos e viveu com honra.
  • Linha do Tempo: Veja alguns eventos do universo de WarCraft ordenados por ordem de acontecimento 

 

Fontes utilizadas para a elaboração deste artigo:

Tides of Darkness
World of WarCraft
WoWHead
World of WarCraft: Ultimate Visual Guide
WoWPedia, com checagem em livros
WarCraft Legends 5
World of WarCraft: Ashbringer

… um pouco de senso de humor tb. :v

Pra quem entender inglês, esse vídeo também demanda senso de humor:

Esse canal é demais. Tenham uma ótima semana! 😀

Compartilhe este post!
Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0Email this to someoneShare on Tumblr0Pin on Pinterest0